RJMTS_Resumo_021
Foto: Lenilson Belga/FotoNaLuta

Rio de Janeiro Muaythai Stadium uma nova era

RJMTS_Resumo_044

Foto: Lenilson Belga/FotoNaLuta

A noite de domingo, dia 8 de abril, terminou com a disputa do MuayThai Stadium no Clube do Otimismo, no Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro. Com grandes combates e muitas emoções, os telespectadores foram ao delírio com o evento em sua primeira edição. Visando futuras realizações, a organização prometeu ao público carioca novos torneios, mediante ao sucesso da noite.

Como de praxe, como forma de dar início ao evento, a atleta Akemi Konishi (Golden Heroes) foi a responsável por praticar o símbolo da cultura da modalidade, através do ritual, como forma de agradecimento aos treinadores e à sua equipe.

Como grandes eventos vivem de grandes lutas, no MuayThai Stadium não podia ser diferente. Em um acirrado combate de jovens promessas que marcou o inicio do espetáculo, o lutador Caique Farias (Team Figth) não escondeu a felicidade de alavancar seu cartel, com perspectivas futuras de cinturão: “ espero continuar lutando no MuayThai, mesmo lutando com um forte oponente, entendo que me dexei levar pela emoção e pela plateia. Mas acredito que poderia ter tido um melhor desempenho, mesmo assim, a vitória foi importante para eu avançar na minha carreira e quem sabe competir para um cinturão”.

Abrilhantando a noite, as mulheres tomaram conta do ringue no primeiro GP feminino da organização. Em uma luta acirrada, a atleta Yasmin Guimarães (Baan Naaksu) venceu a sua oponente Vitória de Moraes (TMT) por nocaute no primeiro round. Já, no segundo combate a lutadora Carol Villar (AFC) venceu a prata da casa Daniele Maciel (Real Figthers) por desistência no segundo round.

As duas vencedoras da noite, se enfrentando pelo cinturão do GP, Yasmin Guimarães (Baan Naaksu) e Carol Villar (AFC) fizeram uma luta épica. Com a decisão dividida dos juízes, a atleta Yasmin se consagrou a campeã da noite do GP feminino do MuayThai Stadium.

Enfrentando o casca grossa Marcos Vuvuzela (Imperial Fight), o lutador Matheus Titto (Claudio Amorim) interrompeu a sequência de vitória do atleta da Imperial. Após desistência no terceiro round, Titto não escondeu a emoção ao final do combate: “sei da capacidade e da experiência no mundo da luta do meu oponente, porém eu estava muito focado, além de minha equipe ter traçado a estratégia correta, pude aplicar minhas técnicas e assim sair vitorioso”.

A luta principal, entre dois grandes lutadores do MuayThai, confirmou a espera do público pelo combate. Arnaldo Moska (AFT) venceu Erinaldo Filho (Time To Figth) por decisão unanime dos juízes.

Confira o resultado das lutas no Rio de Janeiro MuayThai Stadium:
CARD PRINCIPAL
67kg – Arnaldo Moska (AFT) venceu Erinaldo Filho (Time To Figth) por decisão unânime dos juízes
52kg – Yasmin Guimarães (Baan Naaksu) venceu Carol Villar (AFC) por decisão dos juízes, na disputa do cinturão do GP feminino
60kg – Matheus Titto (Claudio Amorim) venceu Marcos Vuvuzela (Imperial Fight) por desistência do atleta
52kg – Carol Villar (AFC) venceu Daniele Maciel (Real Figthers) por desistência no segundo round
52kg – Yasmin Guimarães (Baan Naaksu) venceu Vitória de Moraes (TMT) por nocaute no primeiro round
CARD PRELIMINAR:

65kg –Lucas Lima (Lopes Thai) venceu Daniel Cardoso (ART`S Figther) por nocaute, no segundo round
60kg – Leonardo Rosário (Golden Hero) venceu Sidney Buakaw por decisão dos juízes (Chock Dee)
55Kg – Cristiano Morcego (AFC) venceu Jonathan Striker (ACT) por decisão dos juízes
55kg – Caique Farias (Imperial Figth) venceu Erick Ryu (Chok Dee) por decisão dividida dos juízes

RJMTS_Resumo_035

Foto: Lenilson Belga/FotoNaLuta

RJMTS_Resumo_009

Foto: Lenilson Belga/FotoNaLuta

Categorias
EsportesLutasMuay Thai

Relacionados