TJ-Dillashaw
Foto: Getty Images

TJ Dillashaw provoca McGregor

Foto: Getty Images

E lá vamos nós novamente. Mais um capítulo da ‘novela’ entre o norte americano atual campeão peso-galo TJ Dillashaw e e seu compatriota detentor do cinturão na categoria peso-mosca Demetrious Johnson, se desenrolou durante esta semana.

Dillashaw, que, desde que reconquistou o cinturão ao vencer seu rival e ex-companheiro de equipe Cody ‘No Love’ Garbrant no UFC 217 realizado em Nova Iorque, em novembro do ano passado, desde então, passou a desafiar ‘Mighty Mouse’ para uma super-luta, o que voltou a acontecer.

Em entrevista ao website norte americano “FloCombat”, “TJ” comentou que vem desafiando “DJ” pois tem um grande desejo, o de se tornar o maior lutador de todos os tempos, ainda aproveitando o espaço para alfinetar o irlandês campeão peso-leve Conor McGregor, que apesar de ter conquistado simultaneamente dois cinturões (peso-pena e peso-leve), abandonou o da divisão até 66 kg (que hoje pertence a Max Holloway) e nunca chegou a defender o da divisão até 70 kg.

“Isso (fazer desafios ao campeão peso-mosca), é uma maneira de colocar um selo no meu legado (como lutador). Confesso que fiquei um pouco chateado por ter perdido o título na decisão dividida (dos árbitros laterais) para Dominick Cruz e não ter conseguido 13 vitórias consecutivas e me tornar o melhor peso-por-peso do mundo. Na minha cabeça, eu deveria ser o número um, o melhor, então, tudo isso se trata de (lutar) e acabar com o Demetrious Johnson e provar que sou o melhor, e claro ainda seria uma grande coisa, eu me tornaria campeão em duas categorias diferentes”, afirmou antes de provocar McGregor, “Não sou o Conor McGregor, eu vou defender meus títulos (se conquistá-los), eu não tenho medo de lutar”.

Dilashaw também aproveitou para afirmar que Demetrious não aceitou o duelo, pois pode correr um sério risco de ter seu legado tomado.

“Sempre comentam sobre o Demetrious Johnson e qual o recorde que ele poderá quebrar, ou está prestes a quebrar, sempre falam dele e sobre suas vitórias consecutivas, ou do fato dele ser (atualmente) o primeiro no ranking peso-por-peso, mas, nunca comentam que agora ele tem a chance de perder, e isso é assustador para ele (Demetrious Johnson). Eu sou essa pessoa (que é uma ameaça). Se (a luta acontecer), você (telespectador) ficará colado na televisão, pois pela primeira vez, você não vai saber o que vai acontecer”, finalizou.

Por Dario Ferrari

Categorias
MMA

Relacionados