Tim Kennedy anuncia aposentadoria do MMA

Tim Kennedy se aposenta aos 37 anos – Foto: Josh Hedges

Através de sua conta no Facebook, Tim Kennedy anunciou na última terça-feira (17) a aposentadoria. Aos 37 anos, o americano alegou que seu corpo já não respondia mais da forma que gostaria por isso resolveu pendurar as luvas.

Em um longo texto, Tim Kennedy agradeceu  o carinho dos fãs e dos colegas de profissão durante a carreira que começou em 2001.

” Quero agradecer a todos os meus adversários. Ferro afia ferro e toda grande vitória ou derrota esmagadora ocorreu porque havia alguém que treinou duro e teve a coragem de me encontrar no octógono. Quero chamar alguns caras em particular. Para Luke Rockhold e Jacaré: vocês me deram duas lutas que pediam tudo o que eu tinha. Ambos me fizeram melhor e espero ter feito o mesmo por você. Espero que vocês dois mantenham esse cinturão do Strikeforce nos seus ombros e voltem ao topo. Para Robbie Lawler: você me bateu com mais força do que qualquer um já teve. Sério, isso realmente doeu. Para Roger Gracie: Meu treinamento para sua luta lembrou-me que eu amo o jiu-jítsu. Obrigado por isso. Para Rafael Natal: Teve muita coragem para aceitar a luta nas tropas. Eu sempre vou te agradecer por isso e torcer por você toda vez que você lutar. Para Michael Bisping: Eu nunca quis vencer ninguém mais do que eu queria vencê-lo, e que me motivou a fornecer a melhor versão de mim mesmo. Boa sorte para você seguir em frente, campeão. (…) Eu amo todos vocês. Obrigado por ouvir. E obrigado mais do que tudo por me dar a oportunidade de fazer o que eu amo por todos esses anos”, escreveu.

Em sua última luta, Tim Kennedy foi nocauteado por Kelvin Gastelum. Sobre a derrota, o agora ex-lutador disse que se sentiu diferente, mais lento, sem conseguir imprimir o ritmo físico a que estava acostumado.

“Muitos de meus treinadores e fãs tentaram me animar, dizendo que o Kelvin tinha as habilidades certas para me vencer e que eu estava sem lutar havia muito tempo. Eu fico grato pelos comentários, e não acho que estão errados. Eu sei que ainda sou um bom lutador, sei que estava afastado. Mas eles não sentiram o que eu senti, e isso é ter 37 anos. Senti que estava em câmera lenta o tempo todo. Me senti cansado pela primeira vez em uma luta. Eu sou o cara que se formou na Ranger School, um lugar que te faz sentir fome e te nega sono por mais de dois meses, e venceu uma luta no IFL seis dias depois da formatura. Eu sou o cara que está sempre em forma, e eu estava bem para a luta. Eu trabalhei mais do que nunca, mas eu não era mais o mesmo. Meu cérebro sabia o que fazer, mas o corpo não respondia. Já vi outros lutadores chegando nesse ponto. Já vi outros lutadores fingirem que não estavam nesse ponto. Eu não serei um deles”, escreveu.

Tim Kennedy encerrou a carreira aos 37 anos com um cartel de 18 vitórias e seis derrotas. O americano era profissional desde 2001 e estreou no UFC em 2013 onde venceu Roger Gracia. No Ultimate, Kennedy fez cinco lutas onde venceu três e perdeu suas duas últimas, já no Strikeforce chegou a disputar o cinturão duas vezes, mas sucumbindo para  Ronaldo Jacaré e Luke Rockhold.

Categorias
MMA




Relacionados