Thiago Moisés Contender Series
Thiago Moisés foi contratado após brilhar no Contender Series Brasil - Divulgação

Thiago Moisés estreia no UFC e projeta: “Mais um cinturão para o Brasil”

Thiago Moisés estreia no UFC contra Beneil Dariush

Faixa-preta de Jiu-Jitsu e atleta do UFC. Aos 23 anos de idade, Thiago Moisés realiza o sonho mais desejado entre os atletas de artes marciais mistas. Apesar de ser jovem, o lutador da American Top Team tem um cartel de respeito, onde acumula 11 vitórias, sendo quatro por finalização, e apenas duas derrotas.

Agora, de contrato assinado com o UFC, o paulista recebeu o seu primeiro chamado. Thiago Moisés encara o sempre perigoso Beneil Dariush, que vem de duas derrotas e um empate, no dia 20 de novembro, no UFC Denver, no Colorado.

Thiago está feliz por ter recebido um grande desafio da organização e isso prova que seu trabalho está sendo reconhecido.

“Estou feliz com essa luta. Vou enfrentar o Dariush, um cara que tem bastante nome na organização e já foi número 9 do ranking do UFC. É um desafio grande para mim e sinto-me preparado, bem treinado, tenho certeza que vou levar essa vitória para o Brasil”, comenta Thiago, antes de analisar o duelo.

“Ele é um oponente duro, tem vários títulos no Jiu-Jitsu, já que competiu bastante de kimono. Os pontos fortes dele são o chão e a trocação, onde ele é dono de um muay thai muito bom. Ele é um adversário canhoto, que dificulta um pouco mais. Eu tenho grande parceiros de treino, grandes treinadores e, com certeza, vou estar preparado para tudo que ele trouxer para essa luta”, aposta o jovem lutador.

Antes de disputar o Contender Series e ser elogiado publicamente por Dana White, presidente do UFC, Thiago  Moisés conquistou o cinturão do antigo Ressurrection Fighting Alliance (RFA), que hoje atende pelo nome Legacy Fighting Alliance (LFA). Thiago também popularizou seu nome pela suas vitórias rápidas usando o Jiu-Jitsu como carro chefe.

“Tenho treinado tudo como sempre, né. É bastante wrestling, Jiu-Jitsu e muay thai. Tenho treinado muito com colegas canhotos e estou afiando todo meu jogo. Meu jogo é esse: usar o wrestling, botar pressão e controlar a luta. Continuo com minha preparação física a todo vapor e sempre cuido da minha alimentação para bater o peso bem. Sempre evito comida industrializada”, diz Thiago.

E o que deixa um faixa-preta ansioso: lutar no Jiu-Jitsu? Bom, Thiago Moisés tem a resposta, a seguir.

“Entre o Jiu-Jitsu e o MMA, o que me deixa mais ansioso é luta no UFC (risos). Estar no UFC sempre foi meu principal objetivo desde que entrei no MMA, mas tenho saudades de lutar Jiu-Jitsu, de botar o kimono também. No futuro, quando não tiver luta marcada, quero competir de kimono também. O mais importante é continuar fazendo o que gosto. Amo minha profissão e acordo todos os dias motivado para exerce-lá. O objetivo é buscar mais um cinturão para o Brasil”, encerra Thiago.

Por Assessoria de Imprensa

Categorias
MMA

Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This