Thiago Marreta 3
Thiago Marreta vai em busca da quarta vitória consecutiva – Divulgação

Thiago Marreta fala sobre duelo em Belém e brinca: “Espero vencer para comemorar com muito açaí”

Embalado por três vitórias consecutivas por nocaute, Thiago Marreta já tem mais um desafio pela frente. O carioca entra em ação no UFC Fight Night 125 e terá pela frente Anthony Smith na edição realizada dia 3 de fevereiro no Ginásio Mangueirinho em Belém.

O ano de 2017 foi bastante positivo para Thiago Marreta já que o carioca entrou em ação pelo UFC três vezes e venceu todas por nocaute onde superou Jack Marshman, Gerald Meerschaert e Jack Hermansson. Em conversa com a reportagem do MMA4Ever, em parceria com o Lutas Esporte Clube, o ex-TUF Brasil 2 falou sobre o ano e disse que espera manter ritmo em 2018.

“Para mim 2017 foi um grande ano com três lutas, três nocautes e vamos embalado para 2018, se Deus quiser com o pé direito”, disse Thiago Marreta que também falou sobre as três vitórias consecutivas por nocaute.

“Esse é o meu jeito de lutar, sempre vou buscar o nocaute, nem sempre a gente consegue, mas nesse ano papai do céu foi bom e abençoou 2017 com três nocautes. Agora estou trabalhando para manter o bom nível de treinamento e melhorar cada vez mais para manter esse ritmo aí”, disse.

Thiago Marreta terá pela frente Anthony Smith que também vem de três vitórias consecutivas onde nocauteou Elvis Mutapcic, Andrew Sanchez e Hector Lombard. Para o brasileiro a escolha foi muito boa e espera fazer a melhor luta da noite

“Gostei da escolha do adversário, vai ser uma luta dura, um adversário muito bom, como de costume nunca pego adversário fácil. Vai ser uma grande luta, já que assim como eu, ele é um cara nocauteador, tem um grande coração por isso faz grandes lutas, esse cara tem um coração de guerreiro, por isso essa luta tem tudo para ser a luta da noite lá em Belém”, disse.

A vitória pode colocar Thiago Marreta novamente no Top 15 do ranking do peso-médio (até 84kg), mas o carioca por enquanto não pensa nisso.

“Acho que já era para ter acontecido isso, mas eu vou lutando independente de quem seja o atleta e se ele está ranqueado ou não, vou lutar e buscar o nocaute para fazer a minha parte e o restante é com eles”, disse.

Thiago Marreta é o terceiro maior lutador com vitórias por nocaute na história da categoria dos médios do UFC, atrás apenas de Anderson Silva e Michael Bisping, e o carioca segue fazendo escola ja que no último dia 18 de novembro um de seus alunos, o jovem Matusalém Santos, de 19 anos, estreou no MMA pelo evento ATS Kombat, realizado em Ubá, interior de Minas Gerais, e conquistou uma grande vitória por nocaute ao aplicar um lindo chute na cabeça do adversário ainda no primeiro round, que deixou Marreta muito feliz.

“Fiquei muito feliz de ver um aluno ganhando, o Matuzalém é um atleta novo de 18 anos, luta na minha categoria também, começou comigo e desde os 15 anos de idade venho treinando esse menino e foi emociomante ver ele estrear da maneira que eu gosto, que eu tento passar para ele e ele conseguiu um lindo nocaute com um lindo chute na cabeça e um ground and pound avassalador, seguindo direitinho os passos do mestre”, comemorou Thiago Marreta, que também falou sobre o trabalho em sua academia no Rio de Janeiro.

“Estamos chegando com uma molecada boa e daqui a pouco eles vão aparecendo é uma galera nova e cheia de gás. Eles começam lá comigo sem expectativas e eu coloco lá para treinar. É um projeto social, não pagam nada e é uma oportunidade, um leque que se abre na vida deles e quem sabe de lá não saia, não só Thiago Marreta, mas Anderson Silva e por aí vai”, disse.

O carioca é o segundo brasileiro confirmado no UFC Fight Night 125 e assim como o Ultimate também estará em Belém pela primeira vez. Thiago Marreta quer fazer uma grande luta e brincou ao dizer que quer comemorar a vitória com bastante açaí, fruta típica do Pará.

“Estou feliz pela oportunidade, eu ainda não conheço Belém, vou conhecer a cidade e espero trazer a vitória, pois sei que a galera de lá curte muito MMA. Vou tentar fazer uma grande luta para que a galera curta e leve bastante emoção para conquistar mais uma vitória para o Brasil que é o mais importante. Eu amo açaí e lá é a terra do açaí, quero provar o açaí de lá, mas primeiro tenho que bater o peso e depois provar. Espero que a vitória venha para poder comemorar com aquele açaí esperto. Espero vencer para comemorar com muito açaí (risos)”, brincou.

Categorias
MMA

Relacionados