Ronaldo Jacaré coletiva
Ronaldo Jacaré não concorda com a decisão dos jurados, mas evita criticar o resultado – Foto: Thiago Duval

Ronaldo Jacaré lamenta derrota para Kelvin Gastelum

Um dos atletas mais festejados pela torcida, Ronaldo Jacaré teve a chance de fazer sua primeira luta pelo Ultimate no Rio de Janeiro, mas o resultado não foi como o brasileiro esperava já que após um combate bastante equilibrado, foi Kelvin Gastelum que teve o braço levantado ao ser declarado vencedor por decisão dividida no UFC 224, que foi realizado no último sábado (12).

Em coletiva de imprensa, Ronaldo Jacaré conversou com os jornalistas e não escondeu a frustração de não poder vencer diante da torcida brasileira.

“A derrota é complicada, ninguém gosta de perder. Estou dentro da minha casa, com a torcida toda me apoiando, fico muito triste de perder, muito mesmo. É decepcionante perder em casa, do jeito que perdi. Deveria ter ido melhor, perdido peso melhor, senti minhas pernas e isso complicou bastante. A culpa foi minha. O Kelvin fez uma boa estratégia, estava bem na luta, fizemos uma grande luta, mas eu perdi. Quero que a galera saiba que fiz de tudo para vencer. Estou muito chateado pela derrota, mas toda vez que tenho uma dificuldade, eu não sei, ou alguma coisa me encurrala, consigo me virar bem. Pode apostar que vou me sair bem dessa”, lamentou.

Ronaldo Jacaré foi derrotado por decisão dividida onde dois árbitros marcaram 29-28 para Kelvin Gastelum e um marcou o mesmo placar para em favor do brasileiro. Jacaré discordou do resultado, mas preferiu não polemizar.

“Estava bastante confiante, venci muito bem o primeiro round, muito bem mesmo. Podia até ser 10-8, acredito eu. No segundo, ele me deu um knockdown, mas consegui me recuperar. No terceiro eu venci, achei que tivesse vencido a luta mesmo sendo (decisão) dividida. Mas acontece. Parabéns para o Kelvin, fizemos uma grande luta e isso é bom para o esporte. Sabia que ele era resistente, não me surpreendi, esperava que fosse dessa maneira mesmo”, disse.

Na coletiva de imprensa, Ronaldo Jacaré também alegou que sentiu um problema nas pernas que limitou sua performance no duelo. Apesar de ter a chance de disputar o cinturão frustrada, o brasileiro disse que vai tentar corrigir seus erros para ir em busca da esperada chance da disputa de título.

“Não estou de cabeça quente, estou tranquilo, muito chateado pela derrota. Vim pronto para vencer, acreditava que venceria, mas em determinado momento da luta após o primeiro round, eu estava com o movimento de perna muito bom. Senti bastante as pernas, tanto que me deu knockdown no segundo e no terceiro rounds. Eu comecei a andar pra frente justamente por não conseguir movimentar as pernas rapidamente. Em relação ao meu futuro, sou da categoria dos médios, vou esperar a próxima luta e fazer de tudo para vencer. Vou ver com os treinadores o que aconteceu de errado porque senti bastante minhas pernas. Eu estava rápido antes da luta, mas depois do primeiro round complicou bastante”, disse.

Categorias
MMA

Relacionados