Paulo Borrachinha
Paulo Borrachinha enfrenta Johny Hendricks no UFC 217 – Foto: Renato Nogueira

Paulo Borrachinha mostra confiança e diz que vai nocautear Johny Hendricks no primeiro round

Após duas grandes vitórias no Ultimate, Paulo Borrachinha terá um grande desafio dentro da organização, já que terá no próximo sábado (04) o mineiro terá pela frente Johny Hendricks pelo UFC 217, que será realizado dia 4 de novembro no Madison Square Garden, em Nova York (EUA). Para sua primeira luta fora do Brasil, Borrachinha demonstrou muita confiança e durante o “media day” realizado na última quarta-feira (01), o brasileiro garantiu que vai nocautear o ex-campeão dos meio-médios (até 77kg) e de forma rápida.

“Acredito que essa luta não deve passar do primeiro round. Ele é um cara mais parado, apesar de gostar de entrar na perna, mas a movimentação dele é mais parada, e isso me facilita muito em achar a distância. Sou maior que ele também, mais forte, e vou achar minha distância e colocar os golpes para nocautear. Então, acho que essa luta não vai se prolongar muito”, disse Paulo Borrachinha que também falou sobre mudanças na preparação para o duelo contra Johny Hendricks.

“Mudou (a preparação sim), vim para Phoenix para treinar wrestling especificamente e trouxe o Eric Albarracin, um treinador muito conhecido de wrestling, um dos melhores do mundo. Dei uma atenção maior para esse jogo de grade, de defender as quedas na grade e defender entradas no meio do octógono, basicamente. No mais, mantive o meu foco principal que é na parte em pé”, disse.

Paulo Borrachinha entra em ação no Madison Square Garden, em Nova York (EUA) para sua primeira luta fora do Brasil. Apesar de reconhecer a importância do combate, o atleta de 27 anos afirmou que não se impressiona com o local do duelo.

“Estou muito tranquilo, apesar de aqui ser realmente um lugar maravilhoso, o mais importante do mundo para lutar pelos grandes nomes que já tivemos aqui. Realmente é um prestígio enorme estar aqui e um orgulho enorme chegar até aqui. Mas estou muito tranquilo para lutar, isso não afeta em nada a minha cabeça, não me dá uma pressão a mais. A responsabilidade é a mesma que me cobro, que é vencer e da melhor forma possível, e mostrar que posso ser campeão. Sei que tenho um caminho a trilhar, mas tenho isso na minha mente já, que tenho potencial para ser campeão. Então é mostrar tudo isso, mostrar o porquê estou aqui, e que treinei muito bem. Vou mostrar que tenho potencial, sou jovem, muito forte, e acho que sou o cara mais perigoso da divisão, sinceramente”, disse.

Paulo Borrachinha fará sua terceira luta no UFC, o mineiro estreou na organização com vitória por nocaute técnico sobre o sul-africano Garreth McLellan em pouco mais de um minuto, no UFC Fight Night 107, em Fortaleza. A vitória lhe rendeu o bônus de “Performance da Noite”. O segundo triunfo de Borrachinha veio no Rio de Janeiro quando nocauteou Oluwale Bamgbose no segundo assalto pelo UFC 212.

Categorias
MMA

Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This