Maria Oliveira
Maria Oliveira será a representante brasileira no GP do Rizin - Foto: Renato Nogueira

Maria Oliveira demonstra confiança para estreia no Rizin: “Estou muito bem preparada”

Após se destacar no cenário nacional, Maria Oliveira terá sua primeira experiência internacional da carreira. A atleta da PRVT entra em ação no próximo domingo (15) pelo Rizin e será a representante brasileira no GP do peso super átomo feminino. Maria estreia na organização japonesa na edição que será realizada em Fukuoka, no Japão e terá pela frente Alyssa Garcia pelas quartas de final do torneio.

Maria Oliveira chega no Rizin com moral, já que vinha se destacando no cenário nacional onde emplacou uma sequência de oito vitórias consecutivas. Com apenas 20 anos, a atleta da PRVT vai para sua primeira luta internacional e fala sobre a expectativa.

“Minha preparação está muito boa, estou treinando mais do que eu já treinava, pois tenho pela frente um GP e tenho que dar o meu melhor, então a preparação está sinistra. Vou chegar lá para dar o meu melhor e levar a vitória para o Brasil. Estou bastante animada e ansiosa, pois será a minha primeira luta internacional. É muito bom fazer a estreia em um evento como o Rizin, a minha expectativa está muito grande, pois os japoneses são os que fazem os melhores eventos, as melhores entradas, eles vibram muito, então estou bem ligada, estou no 220 e estou muito feliz. A minha expectativa é imensa, sei que vai ser um grande evento e estou bem animada”, disse.

Em sua estreia, Maria Oliveira terá pela frente a americana Alyssa Garcia e a atleta de lutadora natural de São João de Meriti, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, demostrou conhecimento sobre a adversária e confiança na vitória.

“Vi poucas lutas e sei que ela já lutou no Rizin, só que no alto acho que ela não tem muita chance comigo, sem querer desrespeitar, pois luta é luta e uma mão pode entrar e acabar com tudo, mas não vejo perigo dela no alto, mas sei que ela é boa no wrestling colocando para baixo, mas nada que eu não tenha treinado, estou muito bem preparada”, disse.

Para sua estreia no Rizin, Maria Oliveira fez questão de enaltecer o trabalho de sua equipe, a PRVT, que criou o projeto PRVT Girls voltado exclusivamente para o MMA feminino. A meritiense é companheira de treinos da atleta do UFC, Jéssica Bate-Estaca.

“Para mim a preparação na PRVT é tudo, hoje em dia temos aqui a Jéssica Andrade, que é a número um e para mim é a campeã. Para mim estar na PRVT é tudo de bom, tenho tudo o que preciso para meus treinamentos. Além de eu ter todos os treinos, tanto no meu peso quanto fora, aqui eu treino tudo e não preciso de mais nada, pois aqui eles puxam o melhor e nunca deixa eu me acomodar”, ressaltou.

Categorias
MMA

Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This