Lyoto Machida vence Vitor Belfort
Lyoto Machida acerta lindo chute e nocauiteia Vitor Belfort - Divulgação

Lyoto Machida nocauteia Vitor Belfort

Lyoto Machida repete chute frontal que Anderson Silva deu para nocautear Vitor Belfort

Um dos principais nomes da história do MMA mundial, Vitor Belfort pôs um ponto final em sua carreira após mais de 20 anos como profissional no UFC 224, que foi realizado no último sábado (12) no Rio de Janeiro. Mas o último ato do “Fenônemo” não foi como esperava e uma história se repetiu na carreira do carioca: o nocaute com um chute frontal no queixo, em 2011 foi com Anderson Silva. E foi com o mesmo golpe que Lyoto Machida usou para nocautear e fazer Belfort desabar no octógono no primeiro minuto do segundo round.

A luta começou bastante estudada e o respeito era mútuo de ambos os lados tanto que o primeiro golpe veio apenas com minuto e mesmo assim foi um chute fraco de Lyoto Machida. A falta de combatividade aos poucos ia irritando o público que queria ver a pancadaria. Vitor Belfort estava receoso de partir para cima temendo o contragolpe do carateca. O duelo ficou movimentado apenas no fim do assalto quando o carioca tentou ir para cima, mas Lyoto respondeu com bons chutes. No fim do round, o “Dragão” tentou um chute, mas Belfort segurou a perna do baiano-paraense, mas não deu tempo para mais nada.

O duelo se mantinha morno no segundo round e torcida passou a vaiar os dois. Vitor Belfort tentava procurar um espaço para atacar, mas com um minuto de luta, a história da luta contra Anderson Silva se repetiu. Lyoto Machida acertou um lindo chute frontal no queixo de Vitor que desabou no octógono e o árbitro apenas interrompeu.

Após a luta, Lyoto Machida agradeceu o público e demonstrou muito respeito a Vitor Belfort. O “Dragão” também aproveitou para desafiar o inglês Michael Bisping.

“Muito obrigado a todos, muito respeito ao Belfort, que fez muito pelo esporte e merece nosso respeito. Amanhã é Dia das Mães, essas mulheres que nos fizeram e nos dão muito amor. Hoje tive a felicidade de ser melhor do que ele. Nunca podemos dizer que somos melhores um do que o outro. Hoje fui melhor e consegui essa vitória. Eu esperando fintando, vi a brecha e acertei o golpe. Michael Bisping, ainda estou esperando por você. Se você quiser se aposentar, lute comigo”, disse.

Já Vitor Belfort mesmo abalado com o nocaute sofrido agradeceu ao público que deu demonstrações de carinho ao gritar o nome de Vítor.

“Gostaria de agradecer à minha família e aos meus amigos. Eu estou bem. Parabéns ao Lyoto. Tudo na vida tem um começo, meio e fim. Vou deixar minhas lutas aqui porque acho que cheguei ao fim. Agradeço pelo carinho”, disse.

Vitor Belfort encerra a carreira aos 41 anos, sendo 22 deles dedicado ao MMA, desde a época que ainda se chamava Vale Tudo. O carioca estreou como profissional em 1996 e foi campeão do GP peso-pesado aos 19 anos no UFC 12, quando a organização ainda fazia o estilo de mata-mata em seus eventos. O “Fenômeno” ainda se sagrou dos meio-pesados (até 93kg), categoria onde também foi campeão no extinto Cage Rage. Durante a carreira o carioca venceu grandes nomes das artes marciais mistas como Dan Henderson, Randy Couture, Wanderlei Silva, entre outros, O brasileiro encerra a carreira com 26 vitórias, 14 derrotas e uma luta sem resultado em seu cartel.

Categorias
EsportesLutasMMA

Relacionados