Ultimate Reborn Fighting contou com grandes duelos – Foto: Edu Rocha

Igreja em São Paulo tem noite de MMA repleta de nocautes, finalizações e lutas eletrizantes

A sede da igreja Renascer em Cristo foi palco da quinta edição do URF (UltimateRebornFighting) evento já tradicional no cenário das lutas em São Paulo que contou com um grande público, lutas emocionantes e muitos nocautes e finalizações. O antigo Ginásio da Portuguesa, atualmente Renascer Arena, tem uma história longa e importante com o MMA. Foi neste ginásio que, em 1998, o UFC realizou sua primeira edição em solo brasileiro, e no último dia 10, mesmo sendo uma igreja atualmente, mais uma vez viu o MMA ser centro das atenções.

Ao todo foram 12 combates reunindo atletas jovens, estreantes e alguns mais experientes como o caso de Zé Reborn, Robertinho Santos, Willian Cilli e Ednilson “CaiCai. Em todas as lutas os atletas se entregaram partindo para definir logo o combate a seu favor, tanto que apenas uma luta foi para a decisão dos jurados e 10 delas terminaram logo no primeiro round.

Na luta principal da noite, o duelo mais emocionante. Willian Cilli enfrentou Ednilson “Cai Cai” e teve muitos problemas ao encontrar um adversário focado e superior na trocação. Sabendo usar bem sua envergadura, “Cai Cai” conseguiu controlar os cinco rounds do combate principal e, só não nocauteou Cilli porque o atleta da Chute Boxe mostrou muita garra e determinação, tentando virar o combate até o último instante. Ao final do combate, decisão unânime para “Cai Cai” que deixou Cilli desfigurado com cortes e um inchaço no olho direito, mas ambos os atletas saíram aplaudidos de pé pelo público devido a grande entrega.

ATLETA DA CASA FAZ BONITO E VENCE NO PRIMEIRO ROUND

A luta do URF 5 era especial para Zé Reborn, o atleta de 28 anos representa a equipe Reborn Team que faz parte de um dos projetos sociais de igreja Renascer em Cristo, então lutou praticamente no quintal de casa. Afastado das competições, Zé voltou à ativa ao enfrentar Nicolas “Carioca” pela divisão dos moscas e não decepcionou o público compareceu para o incentivar. Com uma atuação dominante, Zé conquistou a vitória com uma guilhotina logo no round inicial para delírio dos fãs.

Também presente no evento, o líder da igreja Renascer em Cristo, Estevam Hernandes mostrou total apoio ao evento:

“A nossa intenção não é promover a violência, mas sim o esporte e levar o amor de Jesus a outras pessoas que, por seus gostos pessoais, talvez, jamais entrariam em uma igreja. Hoje, nós podemos trazer grandes lutadores para dentro da nossa igreja e fazer com que eles conheçam a Jesus através daquilo que eles mais gostam de fazer”, disse.

Confira abaixo os resultados do Ultimate Reborn Fighting 5

Ednilson “Cai Cai” venceu Willian Cilli por decisão unânime dos jurados

José “Zé Reborn” venceu Nicolas “Carioca por finalização (guilhotina) no primeiro round

Roberto Santos venceu Pedro “Fúria” por finalização (mata-leão) no primeiro round

Joanderson Sá venceu Wanderley “Mexicano” por finalização (guilhotina) no primeiro round

Gustavo Oliveira venceu Leonardo “Leo Capoeira” por nocaute técnico no segundo round

Adriano “Korean” venceu Moacir Rocha por finalização (mata-leão) no primeiro round

Hebert Brito venceu Leandro Enoque por nocaute ténicono primeiro round

Thiago “Tubarão” venceu Marcus Vinicius por finalização (guilhotina) no primeiro round

Kevin Furlan venceu Raul “Pequeno” por nocaute técnico no primeiro round

Thiago “Besourão” venceu Paulo “Casquinha” por nocaute técnico no primeiro round

Thiago “Marreta” venceu Rodrigo “Russo” por nocaute técnico no primeiro round

Douglas Rocha venceu Caio Shimek por nocaute técnico no primeiro round

Categorias
MMA

Relacionados