Geraldo de Freitas, Luan Danger e Jhonata Silva se sagram campeões no Shooto Brasil 74

Geraldo de Freitas campeão

Geraldo de Freitas comemora conquista de cinturão – Foto: Renato Nogueira

O Shooto Brasil 74, que aconteceu no último domingo (27), marcou a inauguração de sua nova casa, a Upper Arena, no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Além da nova sede, o evento coroou ainda três novos campeões, Jhonata Silva, pelos palhas (até 52kg), Luan Danger, pelos moscas (até 57kg), e Geraldo de Freitas, pelo galos (até 61kg).

Geraldo de Freitas conquistou o cinturão dos galos ao desbancar o campeão Luciano Benício. O atleta da Nova União entrou em ação disposto se manter o título em seus domínios, mas pela frente teve um adversário muito duro.

O atleta da Rio Fighters, equipe liderada pelo ex-lutador Miltinho Vieira, entrou disposto a ser o novo campeão peso galo e se impôs no duelo durante os nove minutos com muita técnica tanto em pé quanto no chão. Ao fim dos três rounds a vitória foi clara para Geradinho.

“Muito bom poder conquistar o cinturão, graças ao trabalho da Rio Fighters, que é uma equipe sensacional. Esse título foi muito importante para mim já que que venho pedindo uma oportunidade internacional e não estava tendo, agora não tem mais desculpa. Estou pronto para o UFC, Bellator, ou qualquer outro evento internacional”, disse.

Luan Danger domina e conquista o cinturão peso-mosca

320225_726342_img_6388

Luan Danger não deu chances a Jafel Filho e faturou o título dos moscas – Foto: Natalino Werneck

Entre os moscas, Jafel Filho entrou em ação para defender seu cinturão e teve pela frente Luan Danger. O duelo foi um verdadeiro confronto de estilos, de um lado Jafel, especialista na luta de chão, e do outro Luan, que é forte na luta em pé. Com um muay thai muito afiado, Danger levou a melhor aplicando fortes golpes no campeão. Curiosamente, Luan faturou o título na especialidade do adversário, com um mata-leão no terceiro round após bons golpes encaixados.

“Quero agradecer a todos da minha equipe, a BPT, que não deixaram eu desistir da luta, quero também agradecer ao meu adversário que me proporcionou uma grande luta. Apliquei bons golpes, sabia que ele estava tonto, mas como ele é um atleta muito duro resistiu, mas sabia que ele estava sem forças para trocar comigo, pois gastou toda a força tentando me levar para o chão, então eu mantive meu jogo e consegui finalizar, queria muito finalizar, por ele ser um faixa preta e eu ser um faixa azul, então quero agradecer a todos por essa conquista”, disse.

Jhonata Silva vence revanche contra Yan Teixeira e conquista cinturão peso-palha

320225_726341_img_5983

Jhonata Silva venceu Yan Teixeira para se tornar campeão dos palhas – Foto: Natalino Werneck

O primeiro cinturão da noite foi conquistado por Jhonata Silva que se sagrou campeão peso-palha masculino ao vencer Yan Teixeira. O duelo era uma revanche, já que os dois lutadores se enfrentaram em 2016 pelo Shooto Brasil 63 e Yan levou a melhor. De um lado, Jhonata entrou no cage disposto a mudar o resultado do primeiro encontro e Teixeira queria vencer novamente, com isso os dois lutadores protagonizaram uma das melhores lutas da noite. Os dois altetas partiram para cima e fizeram um confronto digno de uma disputa de título.

Durante os três rounds, os dois atletas foram muito agressivos e partiram para a trocação franca a todo momento, o público que compareceu a Upper Arena pode assistir a  um verdadeiro show de técnica. No final, melhor para Jhonata Silva, que foi mais contundente e garantiu o cinturão da categoria até 52,2kg.

“A vitória foi muito grande para mim, significou muito e foi um desafio pessoal. Nada contra  o Yan, que é um grande lutador, mas essa luta que havia feito com ele me fez evoluir muito e a derrota tinha ficado engasgada pois sabia que poderia ter feito melhor, então me senti abençoado de enfrentar ele novamente, um adversário tão duro. Foi muito bom poder conquistar esse cinturão que significa muito para mim”, disse.

Categorias
MMA




Relacionados