Felipe Froes venceu as duas lutas que fez no WFCA – Divulgação

Felipe Froes disputa o cinturão do WFCA contra Salaman Zhamaldaev na Rússia

Após duas grandes vitórias no WFCA (World Fighting Championship Akhmat), Felipe Froes terá pela frente o maior desafio de sua carreira. O paraense disputa o cinturão peso-pena (até 66kg) da organização russa contra Salaman Zhamaldaev na  43ª edição do evento, que será realizado no dia 4 de outubro em Grozny, na Rússia.

Em meio sua preparação, Felipe Froes conversou com a reportagem do MMA4Ever, em parceria com o Lutas Esporte Clube, e falou sobre a chance de disputar o cinturão da organização russa.

“Estou muito feliz pela chance, na verdade era tudo que planejei, entrei no WFCA pra ser o campeão e criei essa oportunidade. É muito difícil um brasileiro vencer na Rússia e eu fui lá e consegui ganhar duas vezes. Fiquei muito feliz em ter a chance de lutar pelo cinturão e agora estou trabalhando muito e treino todos os dias para chegar onde sempre quis chegar. Então é sim um grande desafio em minha carreira, mas estou muito confiante na minha vitória e de concretizar o que planejei”, disse.

Felipe Froes se credenciou para a disputa do cinturão após vencer as duas lutas que fez no WFCA onde nocauteou Zurab Betergaraev e venceu Khunkar-Pasha Osmaev por decisão unânime. O atleta da Nova União fala sobre seu desempenho na organização e como conquistou o público russo.

“Na primeira luta peguei um cara que tinha 11 vitórias e apenas uma derrota, um lutador bem duro. Ele era 70kg, da categoria de cima, e baixou, mas consegui nocautear no segundo round quando tive a felicidade de acertar um chute na região do fígado que fez ele cair e acabei a luta. Acho que foi ali que os russos viram que eu não estava de bobeira e nem que eu era apenas mais um brasileiro lutando ali, cheguei lá e mostrei serviço, então os caras gostaram de mim e me contrataram. Já na segunda luta fui mais tranquilo, sabia como era a energia da galera, por isso fiquei mais solto e fiz uma ótima luta. Fiquei muito feliz com o meu desempenho e foi mais grande uma vitória”, disse Felipe Froes que elogiou a estrutura do WFCA.

“O evento é show de bola, a recepção, a estrutura, a produção, o show, enfim tudo é muito bom e motiva bastante lutar em um grande evento como esse. Estou muito feliz e meu foco agora é ser campeão no WFCA e depois penso UFC, Bellator, ou qualquer outra organização, então vamos ver, mas primeiro quero fazer história no WFCA, pois estou gostando bastante de lá. O público já me reconhece e é mais gentil comigo, então estou aqui para fazer história”, disse.
Felipe Froes terá pela frente o russo Salaman Zhamaldaev que é o atual campeão peso-pena e está na organização desde a primeira edição. O paraense demonstrou conhecimento sobre seu adversário.

“Dei uma estudada no meu adversário e sei que ele é um cara bem duro, pois faz um pouco de tudo, mas estou treinando bastante e temos o plano A,B e C para ele”, disse.

Assim como qualquer lutador, Felipe Froes também sonha em atuar no UFC, Bellator, entre outras organizações, mas o atleta da Nova União primeiro quer fazer história no WFCA.

“Meu objetivo é ser o melhor peso pena do mundo, acho que só vou conseguir isso apenas no UFC então temos que ir pra lá. Meu sonho é estar no UFC, mas vou com calma, tudo tem seu momento certo e agora  o meu foco é ganhar o cinturão do WFCA e fazer história na organização. Acredito que meu primeiro passo para ser o melhor do mundo é conquistar o cinturão do WFCA”, disse Felipe Froes que mandou um recado para os fãs.

“Vou dar o meu melhor e manter meu jogo, conto com a torcida de todos e confiem em mim. Vai ser uma grande batalha onde eu irei sair com a mão levantada e vou levar o cinturão para o Brasil”, disse.

Categorias
MMA




Relacionados