Demolidor Fight MMA 11 contou com grandes duelos - Foto: Dario Ferrari

Demolidor Fight MMA 11 coroa novo campeão meio pesado e promove estreia de afilhado de Anderson Silva

Foi realizado no último sábado (25) no Ginásio Duduzão, complexo da FIB (Faculdades Integradas de Bauru), em Bauru, no interior do Estado de São Paulo, o Demolidor Fight MMA 11 (DFMMA 11), que contou com super lotação do público em um dos melhores eventos do ano no MMA Nacional.

A luta pelo cinturão dos meio-pesados que havia sido deixado vago pelo atleta Bruno Cappelozza (por estar negociando com um grande evento), apesar de ter sido o combate principal da noite, não foi tão empolgante quanto o esperado por todos os presentes. Jackson Soares e Leandro ‘Maguila’ (atleta da equipe Maquininha do Futuro, que havia aceitado o duelo ‘em cima da hora), fizeram uma luta bem disputada, mas não tão movimentada como o esperado para uma disputa de título, e após o encerramento do terceiro para o quarto assalto, ‘Maguila’ acabou desistindo, o que acabou culminando com a vitória por nocaute técnico de Jackson Soares e consequentemente, com a conquista do título dos meio-pesados do Demolidor Fight MMA.

No co-main event, uma luta de K-1 Profissional, que apesar de muito disputada e cheia de rivalidade, já que envolvia um integrante da equipe Chute Boxe, com seu adversário tendo iniciado os treinamentos na mesma, envolveu muito, mas muito respeito entre os dois lados.

Jeferson Soares, da Chute Boxe Bauru e João Paulo ‘Bomba’ da Thai School, também de Bauru, fizeram uma luta sensacional, digna de dois grandes guerreiros que honram o kruang preto que carregam e honrando sempre a bandeira que defendem. Ao final dos três rounds, vitória de João Paulo por decisão unânime dos juízes laterais.

Como melhor Performance da noite, o atleta da Corinthians MMA Marcos ‘Detona Ralph’ venceu seu combate contra o veterano Wellington Bueno sem levar ao menos um soco.

Usando muito seu jogo de Boxe, Marcos jabeou o tempo todo e a potência de seus golpes foi tão grande, que quebrou o nariz de seu adversário e o médico responsável definiu que o ‘garoto de 45 anos’ não pudesse retornar ao combate, decretando vitória por nocaute técnico a favor de ‘Detona Ralph’.

Luta da noite

A melhor luta da noite, foi envolvida em polêmica. Ainda no card principal, o faixa-preta da Team Nogueira Bauru Jonathan Thieris e Luan Gabani protagonizaram um verdadeiro show de artes marciais mistas. Tanto em pé, quanto no chão, a luta se desenvolvia de uma forma raríssima de ser vista nos dias de hoje, um nível altíssimo de trocação, mas principalmente de grappling.

A grande polêmica foi no terceiro e decisivo assalto, quando Gabani encaixou um triângulo de mão invertido (anaconda choke) e começou a pressionar, mas Thieris não batia e relaxou o corpo para não apagar com a posição de ataque de seu adversário, mas aos olhos do árbitro centrar responsável, o atleta da Team Nogueira havia apagado (pareceu que Thieris havia dormido em outros ângulos), o que não havia acontecido, mas mesmo assim, foi decretada a vitória de Gabani por finalização com um anaconda choke no terceiro round.

Zaiden carimba sétima vitória, mantendo invencibilidade

Um dos principais atletas da categoria peso pesado do país, o lutador da equipe Maquininha do Futuro, João Zaiden, encarou Carlos Eduardo ‘Bebezinho’, da ATS-Team e não tomou conhecimento de seu oponente.

Ainda no primeiro round, com pouco mais de um minuto de luta, o atleta de São José do Rio Preto conseguiu encaixar um lindo triângulo na saída do armlock e garantiu seu sétimo triunfo como lutador profissional, mantendo-se invicto como profissional.

Afilhado de Anderson Silva estreia com vitória no MMA Profissional

Edgar Mombasa, afilhado do brasileiro ex-campeão peso médio da maior organização de MMA do mundo, Anderson Silva, estreou com muita garra e determinação no MMA profissional.

O meio-médio, que inicialmente iria encarar Rogério Lino, quase teve seu embate cancelado, mas faltando apenas um dia para o embate, Lino acabou se lesionando, e o corajoso Guilherme Marques aceitou o desafio e substituiu Lino como um verdadeiro guerreiro e fazendo a segunda melhor e mais disputada luta da noite.

Mombasa mostrou um gás incrível, o que fez a diferença e venceu na decisão dividida dos árbitros laterais, mostrando que estava preparado para qualquer adversário, vencendo bem mesmo com a troca repentina de oponente.

Presença ilustre e inusitada de integrantes de super banda de hardcore/deathmetal

Além das torcidas terem comparecido em peso para assistir aos combates, o DFMMA contou com a ilustre presença de Adriano Vilela (Kruang Preto de Muay Thai) e ‘Covero’ (Faixa-preta de Jiu-Jitsu), baixista e guitarrista respectivamente (na atual formação), ambos integrantes da renomada banda de Hardcore/Deathmetal ‘ENDRAH’, que está revolucionando o mercado de lutas, apoiando os lutadores e que, em breve, irão lançar uma linha de produtos designados para a prática de artes marciais, algo que foge da normalidade do cenário.

“O que motivou (a banda ajudar os atletas) é que o som além de ser agressivo, porrada, todo mundo da banda treina, somos envolvidos com as lutas. Eu sou preta de Thai, o Covero é preta de Jiu, o Ryan é Azul de Jiu-Jitsu também. Todo mundo curte, e como temos academia, e vemos o quanto nosso esporte é carente de apoiadores, decidimos ajudar essa galera com nosso som em forma de divulgação, e ajuda de custo pra eles continuarem no sonho de viver do MMA. Nossa linha de merch é voltada para a galera que luta. Ano que vem vamos lançar luvas, caneleiras, bandagem, shorts, rashguard, tudo com o logo Endrah. Fizemos a tour Brazil esse ano, 17 shows em 17 dias e vendemos praticamente todo esse merch”, disse Adriano Vilela

Confira abaixo os resultados completos do DFMMA 11: Soares vs. Maguila

MMA PROFISSIONAL

Card Principal

Jackson Soares derrotou Leandro ‘Maguila’ por nocaute técnico (desistência) no intervalo do terceiro para o quarto round

Marcos ‘Detona Ralph’ derrotou Wellington Bueno por nocaute técnico (parada médica) a 1m:16s do primeiro round;

Luan Gabani derrotou Jonathan Thieris por finalização com um anaconda choke a 1m:02s do terceiro round;

Alex ‘Kamikaze’ derrotou Andrine Dalla por nocaute técnico (socos) aos 3m:43s do segundo round.

Card Preliminar

Ana Cláudia Fatia derrotou Bruna ‘Demolidora’ por nocaute técnico (socos) a 1m:19s do primeiro round;

Alejandro ‘Marroquin’ derrotou Juliano Paes por nocaute técnico (socos) aos 2m:46s do segundo round;

Alex ‘Canguru’ derrotou Alex ‘Demolidor’ por nocaute técnico (socos) aos 2m:47s do primeiro round;

João Vitor Zaiden derrotou Carlos ‘Bebezinho’ por finalização com um triângulo a 1m:56s do primeiro round;

Cláudio Bertarello derrotou Fernando César por nocaute técnico (socos) aos 4m:55s do primeiro round;

Edgar Mombasa derrotou Guilherme Marques por decisão dividida dos juízes.

K-1 Profissional

João Paulo ‘Bomba’ derrotou Jeferson Silva por decisão unânime dos juízes;

Lenardo Sacramento derrotou Luíz Felipe por nocaute técnico aos 2m:08s do primeiro round.

Categorias
MMA




Relacionados