Dedé Pederneiras diz que lesão na perna impediu José Aldo de chutar – Foto: Thiago Duval

Dedé Pederneiras diz que José Aldo lutou contra Max Holloway com lesão na perna

Após a derrota de José Aldo para Max Holloway no UFC 212, que aconteceu no dia 3 de junho no Rio de Janeiro, um dos maiores questionamentos foi de que o brasileiro não usou uma de suas principais armas, o chute. O treinador do manauara, Dedé Pederneiras explicou o motivo.

Em entrevista às redes sociais do programa de TV “Fox Fight Club”, realizada na última segunda-feira (12), Dedé Pederneiras disse que José Aldo tinha um estiramento na perna que limitou sua capacidade de chutar.

“O Aldo estava com uma lesão na perna, então não pôde fazer nada de chute ao longo do camp inteiro, não pôde fazer corrida. Não que isso tire o mérito do Max Holloway pela vitória, mas muita gente está perguntando por que ele não chutou. (…) Só a gente no córner sabia, a gente estava evitando os chutes por conta dessa lesão, tinha medo de estirar de uma vez ali, então passamos o tempo inteiro trabalhando a parte do boxe, mais a parte de queda e a parte de chão”, revelou o técnico sem tirar os méritos de Max Holloway.

O líder da Nova União também exaltou o novo campeão peso-pena (até 66kg), Max Holloway e disse que o árbitro John McCarthy acertou em encerrar a luta e declarar o nocaute técnico no terceiro round. Dedé Pederneiras também acredita que José Aldo terá que fazer mais uma luta contra um atleta ranqueado antes de pensar em voltar a disputar o cinturão.

“Parabéns ao Max, uma pessoa sensacional, uma pessoa humilde, respeitadora. A gente espera uma revanche, com certeza. O Aldo provavelmente vai ter que fazer uma luta antes de ter uma revanche pelo título. Numa possível luta entre o Holloway e o Frankie Edgar, não sei se vem o Holloway ou o Frankie Edgar”, disse.

Categorias
MMA




Relacionados