Cézar Mutante vence Karl Roberson
Cézar Mutante conquista grande vitória sobre Karl Roberson - Divulgação

Brasileiros vitoriosos no card preliminar do UFC

O card preliminar do UFC 224, realizado no último sábado (12) no Rio de Janeiro. começou bem para os representantes do Brasil já que dos oito atletas que subiram no octógono montado na Jeunesse Arena, cinco saíram com vitória. Os vencedores da primeira parte do evento foram: Cézar Mutante, Davi Ramos, Elizeu Capoeira, Warlley Alves e Markus Maluko.

Na luta que encerrou o card preliminar do UFC 224, Cezar Mutante em ação em busca da segunda vitória consecutiva e teve pela frente Karl Roberson. O duelo começou com os dois lutadores indo para cima e trocando bons golpes, mas Mutante aproveitou a deixa para colocar o americano para baixo. Roberson tentava defender, mas Mutante manteve a pressão e aproveitou uma bobeada do atleta de Nova Jersey e aplicou um lindo Katagatame. Após a vitória, o brasileiro aproveitou para provocar seu desafeto, o compatriota Paulo Borrachinha.

“Obrigado por terem vindo. Quero falar a minha esposa que eu já conquistei muitos prêmios na vida, mas o maior foi ter casado com você. Eu te amo! Esse cara é muito duro, estava invicto na carreira. É um ex-campeão mundial de kickboxing. Agradeço à minha equipe. Vocês me fizeram um monstro. Borrachinha, seu péla-saco. Não esqueci de você, não. Vou te quebrar todo!”, disse Mutante após a luta.

Alexey Oleynik surpreende e finaliza Júnior Albini

Junior Albini entrou em ação no Rio de Janeiro tentando se recuperar da derrota para Andrei Arlovski e teve pela frente Alexey Oleynik. O brasileiro até começou bem a luta acertando bons golpes que fez o rosto do russo sangrar. Sentindo o bom momento, o “Baby” tentou levar a luta para o chão, mas Oleynik usou a experiência dos seus 40 anos e na queda surpreendeu o brasuca com um lindo “Ezequiel Choke” para finalizar o combate.

Davi Ramos leva susto, mas finaliza Nick Hein

Davi Ramos mostrou no duelo contra Nick Hein que o Jiu-Jitsu salva e foi usando a experiência de multicampeão na arte suave que o campeão do ADCC conseguiu uma bela finalização. Mas o brasileiro levou um susto logo no início da luta aplicar um knockdown com um cruzado de esquerda. Ciente do forte jogo no solo de Davi, Hein não quis saber ir para o chão e pediu para o carioca se levantar. Em pé, Ramos aproveitou a oportunidade e levou o adversário para baixo e levou para onde se sente em casa. A vontade, o faixa preta aproveitou e encaixou um lindo mata-leão para conquistar sua segunda vitória no UFC.

Elizeu Capoeira acerta lindo chute e nocauteia vence Sean Strickland

Elizeu Capoeira entrou em ação no Rio de Janeiro disposto a manter a boa fase. Vindo de uma sequência de cinco vitórias consecutivas, o atleta da CM System teve pela frente Sean Strickland e fez bonito. O confronto começou estudado, mas o paranaense que aplicou os primeiros golpes da luta e logo de cara fez o americano balançar. O brasileiro manteve a pressão o californiano tentando evitar a investida de Capoeira tentou mergulhar nas pernas de Elizeu, que respondeu com um soco, em seguida o brazuca acertou um lindo chute que derrubou Strickland que caiu e o árbitro interropeu a luta.

Warlley Alves aplica fortes golpes que fere olho de Sultan Aliev que fica sem condições de luta

Warlley Alves entrou em ação disposto a conquistar a segunda vitória consecutiva e logo na entrada levantou a torcida ao entrar ao som do Hino Nacional Brasileiro. A luta começou com os dois lutadores se estudando e procurando melhor momento para atacar e foi o campeão do TUF Brasil que tomou a primeira atitude na luta ao conectar bons golpes em Sultan Aliev e levou o duelo para a grade usando bem o jogo de clinche. O russo conseguiu reveter o jogo também usar o clince, mas o mineiro respondeu com boas joelhadas. O confronto ficou agarrado até o fim do primeiro round.

No segundo round, Warlley Alves voltou mais agressivo e foi para cima, mas Sultan Aliev jogou o brasileiro para as grades. O confronto ficou bastante travado, mas com os dois lutadores aplicando bons golpes, mas o mineiro batia mais firme, tanto que no fim do segundo assalto o russo estava com o olho muito inchado. No intervalo para o terceiro assalto os médicos avaliaram Aliev e viram que o atleta não tinha mais condições de luta e o árbitro decretou fim de papo.

Jack Hermansson supera lesão na costela e nocauteia Thales Leites

Thales Leites para emplacar a segunda vitória consecutiva e embalar na categoria, mas foi Jack Hermansson que começou mais agressivo na luta e aplicou fortes golpes certeiros no atleta da Nova União que tentava derrubar o adversário que conseguia se defender bem das investidas do brasileiro. O niteroiense teve seu melhor momento no segundo round quando derrubou o sueco que sentiu a costela, mas permaneceu no combate. Thales aproveitou e tentou encaixar um katagatame, Hermansson resistiu bravamente.

A luta parecia definida para Thales Leites, mas Jack Hermansson foi para cima do brasileiro e tentou a finalização, mas o atleta da Nova União se desvencilhou e tentou a finalização, mas dessa vez foi o sueco que defendeu. Hermansson não desistiu e derrubou o brasileiro, por cima o “Coringa” ainda conectou fortes golpes até o árbitro interromper e se recuperou do nocaute sofrido por Thiago Marreta.

Alberto Miná é dominado por Ramazan Emeev e sofre a primeira derrota na carreira

Na segunda luta no card preliminar, Ramazan Emeev e Alberto Miná fizeram um duelo morno e sem grandes emoções, mas o russo dominou as ações durante os três rounds e levou a melhor por decisão unânime dos árbitros laterais. Com o resultado, conquistou a segunda vitórias em duas lutas no UFC. Já Miná conheceu a sua primeira derrota na carreira.

Markus Maluko finaliza James Bochnovic e conquista primeira vitória no UFC

O brasileiro responsável por abrir a noite de lutas do UFC no Rio de Janeiro foi Markus Maluko que teve pela frente James Bochnovic. O ex-campeão do LFA entrou em ação disposto a se recuperar da derrota na estreia onde sofreu o primeiro revés na carreira, mas foi o americano que tomou a primeira atitude do confronto com um chute, mas o paulista colocou o adversário na grade e joga para o chão, mas Bochnovic consegue se levantar. Maluko não desiste e derruba mais uma vez o norte-americano. Daí em diante o duelo fica basicamente no chão e quando teve uma oportunidade foi Markus foi para as costas de James e aplicou um lindo mata-leão para dar números finais ao confronto.

Confira os resultados do card preliminar do UFC 224:

Cézar Mutante vence Karl Roberson por finalização (katagatame) aos 4:45 do primeiro round

Alexey Oleynik venceu Júnior Albini por finalização (ezekiel choke ) aos 1:45 do primeiro

Davi Ramos vence Nick Hein por finalização (mata-leão) aos 4m:15s do primeiro round

Elizeu Capoeira vence Sean Strickland por nocaute técnico (socos) aos .3:13 do primeiro round

Warlley Alves venceu Sultan Aliev por nocaute técnico (interrupção médica) no intervalo do segundo para o terceiro round

Jack Hermansson vence Thales Leites por nocaute técnico (socos) aos 2:10 do terceiro round

Ramazan Emeev venceu Alberto Miná por decisão unânime (triplo 30×27)

Markus Maluko venceu James Bochnovic por finalização (mata-leão) aos 4:28 do primeiro round

Categorias
EsportesLutasMMA

Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This