Adriano Moraes se manteve como campeão One Championship – Divulgação

Adriano Moraes finaliza, defende o cinturão no One Championship e diz: “Fiz um jogo dinâmico e único”

O Brasil continua soberano na categoria dos pesos-moscas do One Championship, com o campeão Adriano Moraes, o popular “Mikinho”. O faixa-preta de Ataíde Junior dominou Danny Kingad sem sustos, ainda no primeiro assalto, ao pegar as costas e finalizar no mata-leão. A vitória ocorreu durante o One Championship –Legends of The World, encerrado no último fim de semana, em Manila, nas Filipinas.

Com quatro vitórias seguidas e ótimas apresentações na organização, Adriano comenta como fez para finalizar o jovem Danny, que estava invicto na carreira, e fala sobre seu desempenho.

“Eu sou um atleta do Jiu Jitsu, ali quando está no chão eu me sinto mais à vontade. Ele começou a luta me dando vários chutes na coxa, eu esperei o momento certo pra fazer um contra golpe. Eu usei um direto de encontro do chute dele, e acertei em cheio, levando ele pro chão. Ali só foi esperar o momento, eu vou efetuando o ground and pound e esperando que meu oponente me desse as posições, ele rapidamente me deu a posição, e eu rodei pras costas, e ali então eu só fiz a técnica pura da pegada de costas e depois deslizei para o mata leão, graças a Deus deu tudo certo”, diz Moraes, antes de destrinchar sua evolução no MMA e seu estilo de jogo, alternado entre o Jiu-Jitsu e a parte em pé.

“Eu senti que meu jogo veio evoluindo quando eu fiz a minha mudança, e quando eu consegui mixar os dois estilos das duas academias que eu estou representando atualmente, a Constrictor Team e a American Top Team. Eu acredito que quando eu consegui equilibrar esses dois estilos e colocar dentro do cage, colocando no meu estilo de MMA, as duas escolas de potência, eu consegui realmente fazer um jogo bem dinâmico e único, eu acredito que é isso que vem fazendo a diferença, e é claro, sempre ter muita atitude, respeito e dedicação nos meus treinamentos. Acho que isso realmente vem fazendo a diferença”.

Por agora, Adriano está fazendo um tour pela Ásia para aprimorar suas técnicas e volta a lutar somente a partir de 2018. A seguir, ele detalha os planos.

“O próximo passo é lutar novamente, claro que agora vou ter que esperar um tempinho, mas já estou empolgadão, não me machuquei na última luta, pelo contrário, estou mais motivado ainda para defender meu cinturão de novo. A categoria vem muito movimentada, tem muito moleque duro, e eu tenho que me manter bem preparado pra eu não perder esse cinturão de modo algum e manter o cinturão no Brasil. Já voltei aos treinos devagarinho, e se Deus quiser no começo de 2018 eu vou entrar no cage de novo pra defender o nosso cinturão novamente”, encerra.

Categorias
MMA




Relacionados