Paulo Tebar WGP
Paulo Tebar venceu Nikolas Vega na luta principal do WGP 48 – Divulgação

Paulo Tebar e Diego Piovesan brilham no WGP 48

Paulo Tebar WGP

Paulo Tebar venceu Nikolas Vega na luta principal do WGP 48 – Divulgação

A segunda vez do WGP Kickboxing em território argentino vai ficar marcada na história da organização. Em uma noite de muita festa da torcida “hermana” e lutas emocionantes, o WGP 48, apesar de ter acontecido em Buenos Aires, coroou dois brasileiros nas lutas principais da noite. No main event o campeão dos super-leves (até 64,5kg) Paulo Tebar manteve o cinturão ao travar uma grande batalha com o argentino Nikolas Vega e vencer por decisão majoritária. Outro brasileiro a brilhar foi Diego Piovesan. O atleta da equipe União ABC despachou o argentino Facu Suarez na semifinal e o boliviano Renzo Martinez na final para se sagrar campeão do Challenger GP dos leves (até 60kg) e garantir a chance pelo cinturão diante de Hector Santiago. Outro destaque da noite foi a vitória de Damian Segovia diante do compatriota Sebastian Martino, que lhe garantiu o título pan-americano WAKO PRO entre os meio-médios (até 71,8kg).

O main event do WGP 48 colocou frente a frente dois estilo opostos. De um lado a inteligência e disposição do campeão Paulo Tebar diante da agressividade e do ímpeto do desafiante Nikolas Vega. E o que se viu dentro do ringue foi muito equilíbrio. Nos dois primeiros rounds os dois atletas tiveram bons momentos, com o campeão apostando nos frontais e tomando conta do ringue enquanto o desafiante se defendia bem e contra golpeava com perigo. Do meio pro final Tebar abriu leve vantagem, o que obrigou Vega a partir com tudo para o assalto final e deixar uma dúvida na cabeça dos juízes. Ao fim dos cinco rounds melhor para o campeão, que manteve o título ao vencer por decisão majoritária, já que um juiz viu empate.

Piovesan vence Challenger GP e Segovia leva título pan-americano

Diego Piovesan WGP

Diego Piovesan bate Facu Suarez e Renzo Martinez para conquistar o Challenger GP dos leves – Divulgação

O Challenger GP dos leves estava recheado de expectativas. Com quatro dos melhores atletas da categoria o resultado não podia ser diferente de três grandes lutas. Na primeira semifinal, o brasileiro Diego Piovesan encarou o argentino Facu Suarez, último desafiante ao título da categoria. Depois de uma luta equilibrada, Diego acabou levando a melhor por unanimidade e se garantiu na final. Do outro lado da chave o argentino Ignacio Capllonch entrou para o duelo com o boliviano Renzo Martinez como favorito, mas não foi isso que se viu na prática. Também ex-desafiante ao título, Capllonch sucumbiu a boa atuação de Renzo, que venceu na decisão unânime, mas lesionou o joelho, colocando até em dúvida sua participação na final.

Na grande final, em um ato de superação e com o ok dos médicos em mãos, Renzo Martinez foi para o sacrifício diante de Diego Piovesan. E a lesão no joelho do boliviano parece ter feito diferença. O que se viu durantes os três rounds foi um Piovesan agressivo, partindo para cima a todo momento, enquanto Martinez tentava surpreender nos contra golpes. E o resultado não podia ser diferente: vitória de Diego Piovesan, que fatura o Challenger GP pela primeira vez e garante a chance de encarar o compatriota e campeão Hector Santiago, pelo cinturão da categoria.

Outro ponto alto da noite de lutas do WGP 48 foi a disputa do título pan-americano WAKO PRO entre os argentinos Damian Segovia e Sebastian Martino, dois dos melhores pesos-meio-médios do cenário sul-americano. Dentro do ringue o que se viu foi muito equilíbrio e fora dele muita festa das duas torcidas, principalmente a de Segovia. Com os dois atletas alternando grandes momentos a decisão ficou por detalhes. No final dos cinco rounds os juízes viram uma leve vantagem para Segovia, que venceu por decisão unânime e faturou o título.

O card contou ainda com outras cinco superfights. Na luta que completou o card principal, o veterano argentino Pablo Roa não tomou conhecimento do paraguaio David Muzzachi e venceu por decisão unânime após controlar os três rounds. Outro destaque foi Gerardo Gonzalez, que bateu Jony Chavez por nocaute. Lucas Alsina, Leo Corrales e Enzo Sanchez foram outros vencedores da noite ao baterem Lucas Arce, Willer Alves e Tiago Queiroz, respectivamente.

Confira os resultados do WGP 48

Main Card

Paulo Tebar vence Nikolas Vega por decisão majoritária

Diego Piovesan venceu Renzo Martinez por decisão unânime

Damian ‘Rayo’ Segovia venceu Sebastian ‘Tata’ Martino por decisão unânime

Pablo ‘Mudo’ Roa venceu David Muzzachi por decisão unânime

Renzo Martinez venceu Ignacio ‘Misil’ Capllonch por decisão unânime

Diego Piovesan venceu Facu Suarez por decisão unânime

Super Fights

Leo Corrales venceu Lucas Arce por decisão unânime

Lucas ‘La Cobra’ Alsina venceu Willer Alves por decisão unânime

Gerardo González venceu Jony Chaves por nocaute técnico

Enzo Sanchez venceu Tiago Queiroz por decisão unânime

Categorias
EsportesKickboxingLutas

Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This