Mais de mil atletas participarão da 4ª etapa do Grand Slam da SJJSAF – Foto: Flashsport

Sul-Americano de Jiu-Jitsu terá luta especial com José Aldo

No próximo domingo (17/9) será realizado o Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jítsu, a quarta e última etapa do Grand Slam da SJJSAF (Sport Jiu-Jitsu South American Federation). Mais de mil atletas devem participar da competição no Grajaú Country Club, no Rio de Janeiro. Como de costume, haverá uma área exclusiva para as lutas de jiu-jitsu adaptado. Além disso, acontecerá também o Sul-Americano de Surdos, com a participação de cerca de 50 deficientes auditivos.  
 
Ao longo das competições, a organização tenta colocar referências do mudo do esporte para lutar com os atletas portadores de necessidades especiais. Já passaram pelos tatames do jiu-jitsu adaptado a lutadora do UFC Jéssica Bate Estaca, o ex-lutador do UFC, Yan Cabral, o chef Felipe Bronze e o grafiteiro e artista plástico Tomás Viana, o Toz, entre outros. Nesta edição, será a vez do faixa-preta e ex-campeão do UFC, José Aldo. O atleta lutará contra Jonathan Pitbull, que tem síndrome de down. AS lutas especiais começam às 13h. 
 
“Quando começamos com o projeto de jiu-jitsu adaptado nas competições, lá atrás, ele tinha um caráter de exibição, de mostrar para as pessoas que todos podem se adaptar e praticar o jiu-jítsu. Não podia imaginar que três ou quatro anos depois isso fosse tomar a proporção que está, com dezenas de atletas por evento, com uma área de luta e um período do campeonato destinados a eles. É muito gratificante, a cada evento, ver o ginásio parar para assistir essa galera que nos representa de maneira tão especial”, disse Cleiber Maia, presidente da SJJSAF. 
 
A SJJSAF pode ser considerada a caçula das federações de jiu-jítsu, mas já nasceu com duas missões de gente grande: tornar a modalidade um instrumento de saúde, educação, cultura e integração social; e levá-lo às Olimpíadas. O primeiro, tem sido feito com maestria através do projeto “Jiu-Jítsu Adaptado”, que permite que crianças, jovens e adultos com limitações físicas, motoras e intelectuais possam praticar a arte suave. Muito mais que o uma superação pessoal, esses atletas são verdadeiras lições de vida. Em relação às Olimpíadas, a história é mais lenta e demorada. O fato de o jiu-jítsu ser um esporte muito segregado, com centenas de entidades, torna difícil o andamento do processo.

A SJJSAF é ligada à Sport Jiu-Jitsu International Federation (SJJIF), que tem federações abaixo delas nos seis continentes. Anualmente, a SJJIF participa da maior feira esportiva do mundo, a Sport Accord, organizada pelos diretores do COI, onde se apresentam os esportes participantes dos Jogos Olímpicos e os que almejam uma vaga.  
 
O primeiro campeonato da Federação foi realizado em abril de 2014, com uma estrutura poucas vezes vista no Brasil. Desde então, a SJJSAF vem se destacando no cenário nacional e internacional, com eventos bem organizados e ideias pioneiras, como a transmissão ao vivo, gratuita, pelo Facebook e YouTube e as lutas de jiu-jítsu adaptado, que já beneficiaram centenas de atletas com algum tipo de limitação, seja física, psíquica, motora ou intelectual. 
 
Serviço 

Evento: Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu 2017 

Dia: 17/09 (domingo) 

Local: Grajaú Country Clube (Rua Professor Valadares, 262 – Grajaú) 

Início do evento: a partir das 9h 

Início das lutas especiais: 13h

Categorias
Jiu-Jitsu







Relacionados