Marcus Buchecha fala da vitória sobre Rafael Lovato Jr. e a busca pelo penta Mundial – Divulgação

Marcus Buchecha comenta vitória em superluta do ADCC e vira chave para o Mundial de Jiu-Jitsu

Maior nome da atualidade no Jiu-Jitsu, o tetracampeão mundial absoluto Marcus Buchecha fez sua primeira luta em 2017 no último final de semana, quando encarou Rafael Lovato Jr. em superluta realizada na seletiva americana do ADCC, que aconteceu em Anaheim, na Califórnia. O faixa-preta da Checkmat conseguiu impor o seu jogo e venceu o duelo por 6 a 0.

“Deu tudo certo nessa luta. O plano foi colocado em prática. Eu já lutei 20 minutos algumas vezes, uma contra o Roger Gracie e outra com o Roberto Cyborg, então eu sabia como seria lutar por um tempo mais longo do que estou acostumado. Mas eu estava preparado para isso, consegui impor o meu jogo de Wrestling, apliquei quatro quedas boas e consegui algumas boas posições no chão”, comentou Buchecha.

Campeão do ADCC em 2013, Buchecha ficou de fora da edição de 2015 por conta de uma lesão. Com participação garantida no ADCC 2017, que rola em setembro na Finlândia, o faixa-preta acredita que a superluta contra Lovato tenha sido importante para avaliar o seu jogo sem kimono e se adaptar melhor com a regras.

“O ADCC é muito diferente, a última vez que eu lutei com estas regras foi em 2013. Então, foi muito bom fazer essa luta antes do evento principal. Acho que lutei bem, mas vi que ainda tem muita coisa para melhorar para chegar bem na Finlândia”, avaliou.

O próximo compromisso de Buchecha será o Mundial da IBJJF, que rola no final de maio na Califórnia. “Meu foco agora é todo para o Mundial. Estou treinando forte de kimono para buscar o pentacampeonato no absoluto. Sei que terá muitas pedreiras pelo caminho, mas estou confiante no meu treinamento”, encerrou.

Além do Mundial e do ADCC, Marcus Buchecha também está confirmado no GP dos pesados da IBJJF Pro League, que acontece no dia  26 de agosto, em Las Vegas. O torneio reunirá oito grandes nomes do Jiu-Jitsu mundial em busca de um prêmio 40 mil dólares. Além de Buchecha, já estão escalados nomes como Roger Gracie, Leandro Lo e André Galvão.

Categorias
Jiu-Jitsu




Relacionados