Josh Hinger e Marcio André faturaram os cinturões do torneios do ACB JJ 7 – Foto: Thiago Duval

Marcio André e Josh Hinger brilham no ACB JJ 7

O Absolute Championship Berkut desembarcou no Brasil com seu grandioso show, proporcionando aos fãs uma incrível noite de lutas no último sábado, dia 9 de setembro, no Riocentro, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Com dois torneios em disputas sem quimono, a edição coroou Marcio André e o norte-americano Josh Hinger como campeões nas categorias até 75 e 85 kg, respectivamente. Na arquibancada da arena, a torcida brasileira contagiou os atletas, encantando os organizadores do evento. 

Dezesseis competidores representando três países entraram em ação na sétima edição do ACB JJ. Na peleja até 75 kg, quem tem motivos de sobra para sorrir é Márcio André. Carioca criado em Bangu, o jovem de apenas 22 anos trilhou árduo caminho para conquistar o cinturão da categoria, o seu primeiro na carreira. Na primeira fase, Márcio superou por pontos o russo Arbi Muradov, despachando na sequência o experiente Rodrigo Caporal. 

Na decisão, o atleta da Nova União realizou equilibrado e estudado combate contra Edwin Najmi, que finalizou Thiago Abreu e Davi Ramos para se credenciar até a disputa. Ao final dos cinco rounds, Márcio André teve o braço erguido. Título confirmado, revanche vitoriosa, uma vez que o norte-americano levou a melhor sobre o carioca em disputa com quimono também pelo ACB, em fevereiro deste ano. 

“Nós já havíamos lutado cinco vezes, com quatro vitórias minhas. Só tinha aquela derrota para ele, mas agora está devolvida (risos). Estou muito feliz, vivenciando uma sensação maravilhosa. A galera compareceu, me apoiou do início ao fim, e consegui canalizar essa energia para o lado positivo, não como pressão para vencer. Foi uma ótima noite, e por ter sido no Rio, minha cidade natal, fica ainda mais especial”, comemorou o novo campeão, que contou com apoio maciço vindo da arquibancada. 

Festa norte-americana no tatame 

Se o Brasil subiu no alto do pódio no primeiro torneio da noite, o concorrido posto na categoria até 85 kg ficou com os Estados Unidos. Josh Hinger brilhou, finalizou todos os seus três adversários e garantiu o título de maneira incontestável.

“Essa é a noite mais incrível da minha carreira. Eu adoro a organização, amo lutar no ACB, e este dia ficará para sempre em minha memória”, comemorou Hinger ao receber o cinturão das mãos do presidente do ACB JJ, Zauberk Khasiev. 

A avassaladora campanha do norte-americano da equipe Atos começou com um triângulo de mão sobre Isaque Bahiense em pouco mais de um minuto de luta. Na semifinal do GP, ele despachou Hugo Marques com uma guilhotina, também no round inicial. A decisão foi contra Arnaldo Oliveira, e a apresentação de Josh Hinger foi de gala. Já dominando o placar, no quarto round, ele ajustou um gogoplata para arrancar os três tapinhas do brasileiro e fazer a festa no tatame, arrancando aplausos do público. 

Vibração da torcida encanta organizadores 

Em sua primeira edição na América Latina, a organização do ACB encontrou no Brasil algo que ainda não havia experimentado em seus shows ao redor do mundo. A empolgação dos fãs a cada luta, os cantos de apoio aos brasileiros e até a pressão sobre os estrangeiros contagiaram os russos. Embaixador do evento no Brasil e multicampeão mundial de jiu-jitsu, Braulio Estima revelou as impressões dos organizadores sobre a edição e previu vida longa do ACB no Brasil. 

“Tivemos uma noite incrível, um evento de cinco estrelas. Nós trabalhamos arduamente para proporcionar aos fãs e aos lutadores uma experiência diferenciada. Toda a organização está de parabéns! Os russos ficaram encantados com a participação da torcida brasileira, o barulho ensurdecedor na arena. Não temos esse tipo de clima nas arenas pela Europa ou nos Estados Unidos, então foi uma sensação contagiante para eles. Tenho certeza que voltaremos ao Brasil em 2018”, comemorou Braulio, ainda sem confirmar data ou local para o novo show no país. 

Confira os resultados do ACB JJ 7  

Até 75 kg 

Final 

Marcio André venceu Edwin Najmi por decisão unânime 

Semifinais 

Marcio André venceu Rodrigo Caporal por decisão unânime 

Edwin Najmi finalizou Davi Ramos por mata-leão no segundo round 

Primeira Fase 

Marcio André venceu Arbi Muradov por decisão unânime 

Rodrigo Caporal venceu Marcelo Mafra por decisão dividida 

Davi Ramos venceu Luan Carvalho por decisão unânime 

Edwin Najmi finalizou Thiago Abreu por triângulo de mão no segundo round 

Até 85 kg 

Final 

Josh Higner finalizou Arnlado Oliveira por gogoplata no quarto round 

Semifinais 

Josh Higner finalizou Hugo Marques por guilhotina no primeiro round 

Arnaldo Oliveira finalizou Patrick Gaudio por omoplata no primeiro round 

Primeira Fase 

Josh Hinger finalizou Isaque Bahiense por triângulo de mão no primeiro round 

Hugo Marques venceu Thiago Sá por decisão unânime 

Arnaldo Oliveira finalizou Lucas Rocha por guilhotina no primeiro round 

Patrick Gaudio venceu Claudio Calasans por decisão unânime 

Categorias
Jiu-Jitsu




Relacionados