Floyd Mayweather não dá chances e nocauteia Conor McGregor – Foto: Ester Lin/Showtime

Floyd Mayweather dá aula de boxe e nocauteia Conor McGregor

Após muitas especulações, negociações e provocações, Floyd Mayweather e Conor McGregor enfim estiveram, no último sábado (26), frente a frente na T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA). O irlandês campeão peso-leve (até 70kg) do UFC tentou, começou bem o combate, mas na base da experiência de até então 49 lutas invicto, o americano deu uma aula de boxe e nocauteou aos 1m05s do décimo round.

Com a vitória, Floyd Mayweather se manteve invicto e chegou a 50ª vitória na carreira superando a marca de 49 vitórias consecutivas da lenda dos pesos-pesados Rocky Marciano. O americano encerrou a carreira como boxeador profissional.

Conor McGregor entrou disposto a fazer o que nenhum boxeador conseguiu fazer, ou seja, derrotar Floyd Mayweather. Sem nada a perder, o irlandês começou a luta indo para cima desferindo golpes de esquerda, enquanto o americano apenas se defendia. O campeão do UFC começou a se sentir confiante e passou a provocar colocando as mãos para trás, deixando o rosto desprotegido, mas Floyd não caiu na provocação e procurou não se expor.

No segundo round, Conor McGregor manteve a pressão e encurralou Floyd Mayweather se defendia, o irlandês conectou um golpe na nuca e foi advertido. McGregor usava bem a maior envergadura para controlar a distância. No assalto seguinte, o campeão do UFC ia para cima, em alguns momentos um pouco desengonçado, mas conectando alguns jabs no americano.

Mas a partir do quarto round, Floyd Mayweather passou a ir para cima mostrando para Conor McGregor porque estava invicto no boxe e usou a sua tradicional velocidade conectando bons golpes no irlandês. Aos poucos o americano ia tomando conta da luta e no quinto round parecia enfim ter encontrado a distância e passou a castigar o campeão do UFC na linha de cintura. Floyd seguia com golpes rápidos de direita e esquerda, que incomodavam McGregor.

Cada vez mais a vontade, Floyd Mayweather manteve a aula de boxe no sexto round conecmostrando velocidade e precisão nos golpes. A tática do americano de cansar o adversário começava a surtir efeito já que parecia que o gás de Conor McGregor estava acabando. No sétimo assalto, enquanto o irlandês parecia sem força para conectar golpes que não tinham mais a mesma precisão do início do confronto, o americano estava inteiro no combate e manteve a pressão em seus socos.

O domínio de Floyd Mayweather se mantinha no oitavo round, Conor McGregor até tentava, mas seus golpes não tinham mais a mesma pressão. O americano continuava pressioando e andando para frente, mesmo não tendo o mesmo vigor físico, já que estava a dois anos sem lutar. No nono assalto, o campeão do UFC não conseguia acompanhar o ritmo de Floyd aplicando golpes seguidos e praticamente sem defesa por parte do irlandês, que tentava se livrar do castigo na base do clinche.

Floyd Mayweather entrou no décimo round disposto a acabar com a “brincadeira” e continuou a pressionar Conor McGregor com uma sequência de golpes no irlandês, que se segurava nas cordas para não cair. O campeão do UFC tentou resistir, mas árbitro decidiu encerrar a luta aos 1m05s do décimo round.

Confira os resultados das lutas anteriores do duelo May-Mac

CARD PRINCIPAL

Gervonta Davis venceu Francisco Fonseca por nocaute aos 39s do oitavo round

Badou Jack venceu Nathan Cleverly por nocaute técnico aos 2m47s do quinto round

Andrew Tabiti venceu Steve Cunningham por decisão unânime (97-93, 97-93 e 100-90)

CARD PRELIMINAR

Yordenis Ugas venceu Thomas Dulorme por decisão unânime (94-91, 93-92 e 93-92)

Juan Heraldez venceu José Miguel Borrego por decisão unânime (96-93, 97-92 e 97-92)

Antonio Hernandez venceu Kevin Newman por decisão unânime (57-56, 59-54 e 59-54)

Savannah Marshall venceu Sydney LeBlanc por decisão unânime (triplo 40-36)

Categorias
Boxe




Relacionados